skip to Main Content

50 anos de Resistências Populares

50 Anos De Resistências Populares

Publicado em: 50 anos de Resistências Populares

Apresentação


Pesquisa de campo na favela do Jacarezinho para o que se tornaria a tese de doutoramento de Boaventura de Sousa Santos dá início à profícua relação entre o autor de Direito de Laje e as lutas populares no Brasil. Realizada no auge da ditadura militar brasileira e em pleno regime salazarista, a tese também é um marco fundador nos estudos das resistências populares tanto no Brasil quanto no mundo. 


A Festa Literária das Periferias (FLUP) e a Universidade Popular Empenho e Arte – Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (UPEA-CES) promovem o debate celebrativo de 50 anos de Direito de Laje, visionária, ousada e pioneira pesquisa, através de uma conversa entre Boaventura de Sousa Santos e várias/os convidados/as cuja reflexão sobre a realidade brasileira convoca uma diálogo entre artes e lutas sociais.


O debate será em formato digital e decorrerá de acordo com o formato consagrado pelo programa Roda Viva, com Boaventura de Sousa Santos a ser alvo de uma sessão pública de perguntas formuladas por diversas pessoas por si convidadas, nomeadamente, Emicida, Helena Silvestre, Sônia Guajajara, Eliete Paraguassu, Eladir Santos e Cláudia Carvalho.


O debate encerrar-se-á com uma apresentação de Renan Inquérito, que musicou o projeto Ópera Rap Global.


O evento estará acessível numa plataforma organizada pela FLUP – Festa Literária das Periferias e pode ser acompanhado em direto AQUI . A gravação será editada e inclui tradução em língua gestual.




 


 

Fonte: 50 anos de Resistências Populares
Feed: Centro de estudos Sociais – Eventos
Url: www.ces.uc.pt
This Post Has 0 Comments

Comentar

Back To Top