skip to Main Content

atores, desafios e potencialidades» de Rita Calvário, Sérgio Pedro e Irina Castro

Atores, Desafios E Potencialidades» De Rita Calvário, Sérgio Pedro E Irina Castro

Publicado em: atores, desafios e potencialidades» de Rita Calvário, Sérgio Pedro e Irina Castro


Resumo

Perante o acumular de crises sociais, económicas e ambientais, a construção de sistemas alimentares mais justos e sustentáveis é cada vez mais urgente. Em Portugal, nos últimos anos tem-se assistido a uma crescente preocupação por parte da sociedade civil e dos atores políticos com a alimentação, seja por motivos de insegurança alimentar, saúde pública, ambientais ou outros. Este artigo examina como têm evoluído os discursos em torno da alimentação a nível das políticas públicas e se e como se expressam as lutas pela justiça alimentar em Portugal. Primeiro, traçamos a evolução das políticas públicas no que diz respeito à alimentação e analisamos como o tema tem sido trabalhado nas mesmas. Segundo, mapeamos um conjunto de iniciativas e redes alimentares alternativas. Por fim, consideramos a lutas dos pequenos e médios agricultores familiares num quadro de desenvolvimento agrário assente na agricultura capitalista e na grande propriedade. Partindo da análise do discurso de vários atores, o presente artigo pretende contribuir para a discussão das potencialidades e desafios de construção da justiça alimentar no país.


Esta oficina integra o Grupo de Leitura de Ecologia Política 2020-2021 da Oficina de Ecologia e Sociedade (ECOSOC). Se pretender receber uma cópia do artigo, por favor, envie email para ecosoc@ces.uc.pt


________________________


Esta atividade realiza-se através da plataforma Zoom, sem inscrição obrigatória. No entanto, está limitada ao número de vagas disponíveis.
https://us02web.zoom.us/j/87154101942?pwd=ckd5QTdycWt5ekJ2dFZTaG1hZ05qQT09

ID da reunião: 871 5410 1942 | Senha de acesso: 734850


Agradecemos que todas/os as/os participantes mantenham o microfone silenciado até ao momento do debate. A/O anfitriã/ão da sessão reserva-se o direito de expulsão da/o participante que não respeite as normas da sala.


As atividades abertas dinamizadas em formato digital, como esta, não conferem declaração de participação uma vez que tal documento apenas será facultado em eventos que prevejam registo prévio e acesso controlado.

Fonte: atores, desafios e potencialidades» de Rita Calvário, Sérgio Pedro e Irina Castro
Feed: Centro de estudos Sociais – Eventos
Url: www.ces.uc.pt
This Post Has 0 Comments

Comentar

Back To Top