skip to Main Content

CES Summer School – Práticas Artísticas como metodologia de investigação-ação em contextos de violação dos Direitos Humanos

Publicado em: CES Summer School – Práticas Artísticas como metodologia de investigação-ação em contextos de violação dos Direitos Humanos


A Escola de Verão “Práticas Artísticas como metodologia de investigação-ação em contextos de violação dos Direitos Humanos. Aplicação prática com profissionais de Intervenção Social e Humanitária” tem como principal objetivo promover um espaço de aprendizagem e partilha de conhecimentos provenientes de práticas artísticas aplicadas nas áreas onde são necessárias estratégias de dignidade humana. A busca por uma metodologia que permita uma maior compreensão das razões dos processos de violação dos direitos humanos materializa-se nas artes através da investigação-ação como espaço experiencial de análise prática. A teoria crítica com foco nos Direitos Humanos tem permitido refletir sobre a importância do envolvimento ativo das pessoas nos processos de dignidade, bem como a exploração de estratégias de resistência e confronto contra a violação de direitos em sociedades plurais e heterogéneas. Daí a inferência das artes e sua implicação no desenvolvimento dos Direitos Humanos através de uma perspetiva interdisciplinar que combina as experiências das pessoas e o conhecimento dos profissionais no avanço de sociedades mais democráticas e igualitárias.

A partir de uma abordagem inovadora, esta Escola de Verão tenta abrir um espaço para a partilha de práticas artísticas como metodologia criativa de investigação-ação com profissionais de ONGs que trabalham com pessoas em contextos vulneráveis, com vista a abrir caminhos e possibilidades de inovação social. A experiência do “Laboratório de investigação artística transdisciplinar. Práticas artísticas e ciências sociais e humanas” realizada no programa CES Summer School em julho de 2023 permitiu-nos corroborar a importância das artes no desenvolvimento do conhecimento científico social: Neste caso, a presente proposta dá um passo em frente na aplicação desta metodologia em contextos profissionais das ciências sociais centrados na intervenção social e humanitária. É por isso que se dirige sobretudo a profissionais técnicos de ONG (Assistentes Sociais, Psicólogos, Educadores e Monitores, técnicos em geral de Intervenção Social e Humanitária) que pretendam adquirir técnicas e métodos inovadores e úteis nas diferentes áreas de intervenção que eles desenvolvem. Assente numa metodologia interdisciplinar, colaborativa e participativa, apostamos num esquema prático baseado nos estudos de caso que os profissionais irão apresentar, bem como noutros exemplos onde se apresentam situações concretas que afetam o trabalho de intervenção social e de caráter humanitário.

Formadores/as:

Cláudia Pato de Carvalho, CES

Manuel Muñoz Bellerin, CES




Parcerias

– Universidade Pablo de Olavide, Sevilha

– Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra

– ONGs, cidade de Sevilla

– ONGs, cidade de Coimbra




Inscrições

early bird de 1 de março a 5 de maio:

Inscrição geral: 100 Euros

Inscrição estudante: 50 Euros

Inscrição afiliados CES: 70 Euros


Inscrições de 6 de maio a 14 de junho:

Inscrição geral: 200 Euros

Inscrição estudante: 100 Euros

Inscrição afiliados CES: 140 Euros


Total de participantes (mínimo 20 e máximo 25):


Nota | Política de reembolso: cada participante só pode ser ressarcido em 50% do valor da Escola de Verão por motivos de saúde ou por outros motivos de ordem pessoal, quando estes forem devidamente justificados através de declaração para o efeito. Esta justificação de ausência deve ser enviada até 15 antes do início da Escola de Verão




 


 

Back To Top