skip to Main Content

Espaços em Público | Sessões I/II

Publicado em: Espaços em Público | Sessões I/II

Enquadramento


Espaço público e ações em público, como administração da convivência e potencial de ativação. Cultura, relações de hierarquia e diversidade, arte, visibilidade e direito à cidade. Ocupação, práticas e convivência como possibilidade de uma educação política, nas dimensões do público e do individual. A busca de dignidade e de uma cidade solidária.


Os espaços públicos se constituem para além das estruturas físicas criadas para a ocupação em comum, ficando cada vez mais evidente a necessidade de um olhar integrado para as práticas e desenhos que tem determinado os espaços e ambientes e suas relações de ocupação. Nesse sentido, a arte e as prática culturais traduzem e configuram caminhos, que podem reforçar ou desafiar as lógicas em uso. São focos desta discussão, a afirmação de valores e práticas a partir das experiências em público, e revisão de lógicas sociais a partir das novas demandas, as manifestações políticas no espaço, edifício e cidade como dimensões expandidas da experiência do comum, o lugar do corpo e da cultura na criação e ocupação dos espaços urbanos, e a convivência como potencial de ativação crítica.

 


Programa


Sessão I | 14h – 15h30


– Espaço público inclusivo


Produção do espaço público, estratégias, articulações e leituras para um espaço inclusivo, do ponto de vista do edifício e das práticas de uso dos espaços da cidade, em comum. 


Gonçalo Canto Moniz (CES)


Carolina Queiroga (FADU UBA) – Arquiteta e especialista em reabilitação e conservação de patrimônio, professora na FAU UB e FADU UBA, em Buenos Aires, Argentina; co-diretora do projeto El patrimonio arquitectónico del siglo 21 en Buenos Aires: el legado de Juan Chiogna e diretora do projeto Resiliencia, participación social y sostenibilidad como enfoques proyectuales estratégicos para la conservación del patrimonio urbano-arquitectónico.


Cometário: Ana Pais (CET – FLUL) – doutora em comunicação e semiótica pela PUC SP, pós- doutoranda em artes performativas, curadora e dramaturgista, pesquisa e organiza ações em espaços públicos; entre outros livros, organizou a antologia Performance na Esfera Pública (2017, Orfeu Negro)


 


Sessão II | 17h00 – 18h30


– Políticas do corpo e dimensões da arte no contexto de crise  


Corpo, comunicação e culturas, ações e implicações no coletivo e no contexto urbano


Christine Greiner (PUC – SP) – Livre docente e professora da PUC-São Paulo, jornalista, mestre e doutora em comunicação e semiótica, com pós-doutorado pela International Research Center for Japanese Studies, pós-doutorado pela New York University e pós-doutorado pela Universidade de Tóquio, pesquisa corpomídia, comunicação, performance, com conexões em dança e estudos orientais.


Comentário:  José Maçãs de Carvalho (DArq UC) – Doutor em Arte contemporânea, professor da faculdade de arquitetura de Coimbra e Colégio das Artes, pós-graduado em gestão de cultura em Macau, gestor de cultura, artista em fotografia e artes visuais e pesquisador. 


Mediação: Shirlei Torres Perez (CES / SESCSP)


__________________________________




Esta atividade realiza-se através da plataforma Zoom, sem inscrição obrigatória. No entanto, está limitada ao número de vagas disponíveis.
https://us02web.zoom.us/j/86859151846


Agradecemos que todos/as os/as participantes mantenham o microfone silenciado até ao momento do debate. O anfitrião da sessão reserva-se o direito de expulsão do/a participante que não respeite as normas da sala.

As atividades abertas dinamizadas em formato digital, como esta, não conferem declaração de participação uma vez que tal documento apenas será facultado em eventos que prevejam registo prévio e acesso controlado.

Fonte: Espaços em Público | Sessões I/II
Feed: Centro de estudos Sociais – Eventos
Url: www.ces.uc.pt

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back To Top