skip to Main Content

IHC inaugura exposição sobre Stefan Rozenfeld | Notícias

Publicado em: IHC inaugura exposição sobre Stefan Rozenfeld | Notícias

A exposição “Chamem-me Stefan!”, que conta a história de vida de Stefan Rozenfeld, vai ser inaugurada a 21 de Setembro, na Escola Secundária de Carregal do Sal.

Nascido no seio de uma família de origem judaica, Stefan era uma criança de 5 anos quando a Alemanha invadiu o seu país, a Polónia. Aí, a perseguição contra os judeus foi implementada com maior rapidez e de forma mais implacável do que acontecera na Alemanha. Łódź, a sua cidade natal, foi ocupada pelos alemães, mas graças aos esforços do pai, que se encontrava no estrangeiro, Stefan e a mãe abandonaram o território polaco pouco antes da abertura do gueto onde a população judaica foi encarcerada. Com um visto concedido em Bordéus pelo cônsul de Portugal, Aristides de Sousa Mendes, Stefan e os pais escaparam para os EUA, onde refizeram as suas vidas. No entanto, uma parte da família foi assassinada durante o Holocausto.

Com curadoria e investigação da historiadora Cláudia Ninhos e de Leah Rozenfeld, e financiada com o apoio do Instituto Diplomático, esta exposição é uma iniciativa da Fundação Aristides de Sousa Mendes que conta com o apoio do IHC. O design e a concepção gráfica foram da autoria de Susana Rosmaninho e Pedro Azevedo (Rosmaninho+Azevedo). Pensada para itinerar por diversos espaços públicos, tem como público-alvo a comunidade educativa do 3.º Ciclo e Ensino Secundário, uma vez que explora diversos tópicos relacionados com o Holocausto e a Segunda Guerra Mundial.

Membros da família Rozenfeld & Sills estarão presentes na inauguração em Carregal do Sal, pelo que será uma excelente ocasião para conhecer alguns descendentes de refugiados.

 

 

Back To Top