Skip to content

Imprensa e Circulação de Ideias: o jornal e o jornalismo no séc. XIX

Publicado em: Imprensa e Circulação de Ideias: o jornal e o jornalismo no séc. XIX

O Simpósio Internacional Imprensa e Circulação de Ideias: o jornal e o jornalismo no século XIX analisa o papel de imprensa periódica na política e na cultura de língua portuguesa num conjunto muito vasto de domínios: dos órgãos liberais à imprensa colonial, das artes ao humor, da ilustração à moda.

A análise histórica do papel da imprensa junto dos portugueses, dos brasileiros e nas colónias será acompanhada por reflexões teóricas sobre as modalidades da sua abordagem atual.

O Simpósio presta ainda homenagem a José Augusto dos Santos Alves, autor de obra muito relevante e extensa sobre a matéria versada, recentemente falecido (12 de fevereiro de 2021).

09h45-19h30 | Auditório | Entrada livre

29 de novembro

09:45 Abertura

  • 10:00  Conferência José Augusto dos Santos Alves: a história da imprensa como projeto de vida, João Luís Lisboa (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)

11:00 Mesa 1 – Arquivos e narrativas na imprensa colonial

Mediação: Roberta Stumpf (CIDEHUS-UAL)

  • A Gazeta de Goa e a imprensa (1821-1826), Sandra Ataíde Lobo (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)
  • A imprensa de ilustração de Goa entre Margão e Pangim, Hélder Garmes (USP/CNPq)
  • O Boletim Colonial (1888-1889) e a ideia de autonomia, Adelaide Vieira Machado (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)
  • Ta-Ssi-Yang-Kuo, um ponto de referência obrigatório na história de Macau, Daniel Pires (CLEPUL)

Almoço

14:00    Mesa 2 – Primeiros tempos

Mediação: Isabel Lustosa (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)

  • A “fugida tumultuosa” da Corte Portuguesa para o Brasil: a interpretação de João Bernardo da Rocha Loureiro, de Hipólito da Costa e de José Liberato Freire de Carvalho, Lucia Maria Bastos P. Neves (UERJ)
  • [Título a anunciar], Monica Lupetti (Università di Pisa, Dipartimento di Filologia, Letteratura e Linguistca)
  • As Revistas publicadas pelos exilados portugueses em Paris nas primeiras décadas do século XIX como catalisadores da modernização económica e política de Portugal, Marco E.L. Guidi (Università di Pisa, Dipartimento di Economia e Management)
  • As primeiras celebrações da Independência do Brasil na imprensa do Maranhão, Marcelo Cheche Galves (UEMA)

16:00    Mesa 3 – A música, o teatro e a crítica

Mediação: Cristina Fernandes (INET-md/Universidade Nova de Lisboa)

  • “O legítimo e afiançado fadinho nacional”: o fado brasileiro na imprensa carioca oitocentista, Rui Vieira Nery (INET-md/Universidade Nova de Lisboa)
  • O violão na imprensa brasileira do XIX, Márcia Taborda (UFRJ)
  • Entre a criação e a crítica: artistas-intelectuais e o tema da “regeneração da arte nacional” na imprensa do Rio de Janeiro (1880-1898), Avelino Romero (UNIRIO)
  • Ecos da ribalta: crítica e polêmica nas rubricas teatrais do século XIX, Orna Levin (UNICAMP)

30 de novembro

  • 10:00  Conferência A pesquisa com periódicos: do analógico ao digital, Tania de Luca (UNESP/Assis)

11:00    Mesa 4 – Humor e caricatura

Mediação: Débora Dias (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)

  • Antes da caricatura: o lugar do humor na imprensa portuguesa no início do século XIX, João Pedro Ferreira (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)
  • O aparecimento da imprensa de caricaturas em Portugal: jornais e contexto, Paulo Jorge Fernandes (Universidade Nova de Lisboa)
  • “O António Maria” de Bordalo Pinheiro: o lugar do jornal na luta pela liberdade, Mariana Roquette Teixeira e Pedro Bebiano Braga (Museu Bordalo Pinheiro)
  • Humor e política nas narrativas gráficas do periódico O Mequetrefe (1875-1889), Aristeu Lopes (Universidade Federal de Pelotas)

Almoço

14:00 Mesa 5 – Jornalismos

Mediação: Luís Andrade (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)

  • A Política Liberal (1860-1862) jornal radical do século XIX, Júlio Joaquim Silva (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)
  • Jornal do Brasil, um jornal que já nasceu ‘grande’, Itala Maduell Vieira (PUC/RJ)
  • Flammarion nos jornais brasileiros: observação, imaginação e fantasmagoria, Kaori Kodama (COC-FIOCRUZ)
  • A língua como separação?, Elizabeth Olegário (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)

16:00    Mesa 6 – Ilustra, moda e literatura

Mediação: Vanda Anastácio (CEC/Faculdade de Letras Universidade de Lisboa)

  • Leitores de impressos periódicos em revistas ilustradas do século XIX, Valéria dos Santos Guimarães (UNESP/Franca)
  • A moda na grande imprensa da Belle Époque carioca: Uma análise da coluna “A Moda” de Júlia Lopes de Almeida, Ana Claudia Suriani da Silva (University College London)
  • A empreitada de Camille Adolphe Goubaud na formação de uma rede de impressos de moda franceses no século XIX, Everton Vieira Barbosa (UFF)

18:00  Encerramento

  • Sobre o projeto “Imprensa e circulação de ideias: o papel dos periódicos nos séculos XIX e XX”, Isabel Lustosa (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)

Isabel Lustosa (CHAM/Universidade Nova de Lisboa – Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro – IHGB)

  • Isabel Lustosa (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)
  • Adelaide Vieira Machado (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)
  • Gilda Santos (RGPL/UFRJ)
  • Luís Crespo Andrade (CHAM/Universidade Nova de Lisboa)
  • Tania de Luca (UNESP/Assis)
Back To Top