skip to Main Content

Joana Matias | CIP | Instituto de História Contemporânea

Publicado em: Joana Matias | CIP | Instituto de História Contemporânea

Os primeiros passos para chegar a um mínimo denominador comum que nos permita definir este fenómeno e estabelecer categorias úteis para entender as transformações. ONLINE!

 

Neofascismo, pósfascismo e novas extremas direitas. Uma visão à escala global
Colóquio Internacional

 

 

Nos últimos anos, a extrema-direita voltou a ocupar as capas dos jornais um pouco por todo o mundo. Depois da eleição de Donald Trump nos Estados Unidos, o Brexit e a chegada de Matteo Salvini ao governo em Itália, dispararam-se todos os alarmes sobre um fenómeno, que, por um lado, é difícil de catalogar e, por outro lado, não é algo novo, ainda que tenha sofrido transformações notáveis nas últimas décadas.

Utilizaram-se, muitas vezes de forma simplista, categorias como as de fascismo, neo-fascismo, pós-fascismo e nacional-populismo para tentar definir as formações políticas que aparentemente escapam à terminologia do passado. Assim, temos assistido a uma renovação dos estudos, sobretudo no âmbito da ciência política e das ciências sociais, dedicados a este velho-novo fenómeno. Contudo, no campo da história contemporânea, com algumas exceções, as investigações ainda brilham pela sua ausência.

Com o objetivo de estimular uma reflexão cada vez mais necessária e urgente sobre estas questões, o Colóquio Internacional Neofascismo, pósfascismo e novas extremas direitas. Uma visão à escala global analisará este fenómeno desde um ponto de vista global, prestando atenção tanto aos diferentes partidos e movimentos de extrema-direita surgidos no pós-Guerra Fria na Europa e no continente americano, como aos enfoques comparativos e transnacionais e às reflexões entre os fascismos históricos e os neo-fascismos da segunda metade do século XX e a nova extrema-direira surgida depois de 1991. O objectivo é dar os primeiros passos para chegar a um mínimo denominador comum que nos permita definir este fenómeno e estabelecer categorias úteis para entender as transformações do heterogéneo mundo das extremas direitas no início deste milénio.

 

>> Programa completo (PDF) <<

 

Dadas as novas medidas de restrição à mobilidade, o colóquio realiza-se exclusivamente online através da plataforma Zoom-Colibri. Os respetivos links deverão ser solicitados via email para: congressoneofascismo@fcsh.unl.pt.

 

Imagem: Anjo do fascismo com uma inscrição que menciona “Mussolini Dux” num dos edifícios que rodeiam o mausoléu do Imperador Augusto, em Roma. Crédito: Anthony Majanlahti (Flickr)

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back To Top