Skip to content

Library 2035. Imagining the next generation of Libraries

Publicado em: Library 2035. Imagining the next generation of Libraries

SUGESTÃO DE LEITURA SOBRE BIBLIOTECAS E CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO
Editado por Sandra Hirsh

                Em março de 2024, foi editado o livro Library 2035. Imagining the next generation of Libraries, pela Rowman & Littlefield Publishers, no qual vários especialistas, pensadores e visionários em questões emergentes refletem sobre o papel e a importância da próxima geração de bibliotecas, ampliando o debate em torno do futuro e as formas de transformação dos serviços de informação para melhor servir as suas comunidades.

A edição do livro é da responsabilidade de Sandra Hirsh – Reitora associadano College of Professional and Global Education at San José State University (SJSU), nome de relevo na área das ciências da informação, autora de diversos artigos e livros, incluindo, Blockchain (Library Futures Series, Book 3), do Center for the Future of Libraries at the American Library Association (2019)e Information services today: an introduction (2022). Sandra Hirsh foi ainda, cofundadora e copresidente das conferências virtuais Library 2.0 – fundada em 2007 por Bill Drew, como uma das primeiras redes sociais modernas para bibliotecários e profissionais da informação (https://www.library20.com/).

                Com base no sucesso e no impacto do livro Library 2020: Today’s leading visionaries describe tomorrow’s Library (2013), editado por Joseph Janes – Professor Associado na University of Washington, vários especialistas e visionários foram convidados a imaginar em Library 2035, o papel, as oportunidades, as ameaças, as visões e os desafios da biblioteca face às constantes mudanças, como, a globalização, a inteligência artificial e as tecnologias imersivas e virtuais.

Constituído por vinte e cinco capítulos e dividido em seis partes, o livro inclui artigos de R. David Lankes, Kelvin Watson, Annie Norman, Miguel Figueroa (Presidente e CEO dos Amigos Library Services – https://www.amigos.org), Nicole A. Cooke, Susan W. Alman, entre outros especialistas em ciências da informação e em questões relacionadas com as tecnologias imersivas e virtuais. Parafraseando Sandra Hirsh na introdução, o objetivo colocado aos colaboradores foi responder à “Library 2035 [will be / must be / must not be / will not be / can’t be…]” (p. 2).

                A primeira parte do livro Library 2035 inicia-se com o capítulo de Joseph Janes, intitulado, “The Janus Library”, onde o autor aborda porque a biblioteca de 2035 precisa de alinhar os seus serviços para atender às expectativas, enfatizando que não fazê-lo pode ser prejudicial à existência da biblioteca. A primeira parte inclui ainda, entre outros, o artigo de Jason Griffey sobre o futuro tecnológico das bibliotecas e o seu colapso epistemológico, com alusão às leis e modelos, assim como, o artigo sobre a sustentabilidade das bibliotecas em 2035 e a abordagem aos quatro “R” – “Refuge. Resistence. Resilience. Regeneration” (p. 21), da autoria de Rebekkah Smith Aldrich (Presidente das Sustainable Libraries – https://sustainablelibraries.org).

                A segunda parte aborda as comunidades e os utilizadores da biblioteca em 2035; a terceira destaca os conceitos de igualdade e inclusão nas bibliotecas, com particular destaque para as bibliotecas universitárias e escolares. Por exemplo, Nicole A. Cooke descreve no capítulo 10, “equity is a necessary foundation” [em bibliotecas] (p. 71); Alexia Hudson-Ward aborda no capítulo 13 as bibliotecas universitárias e as questões da inclusão e diversidade no acesso e, Joyce Kasman Valenza e Debra Kachel no capítulo seguinte, destacam “the future of school libraries: it’s about equity” (p. 99) (https://www.youtube.com/watch?v=TfGvonNygZE). A quarta parte, ressalta as organizações e o papel colaborativo; a quinta, alude aos profissionais das bibliotecas, com particular saliência, para os artigos de Loida Garcia-Febo sobre o bem-estar dos bibliotecários e de Stacey A. Aldrich e Jarrid P. Keller alusivo ao trabalho na biblioteca do futuro. A sexta e última parte são dedicadas à visão da biblioteca 2035, com peculiar realce para o artigo sobre as tecnologias imersivas e virtuais: o futuro das bibliotecas, da autoria de Susan W. Alman e para o excelente artigo de Sandra Hirsh em torno do caminho a seguir pelas bibliotecas.

                Para mais informações sobre este livro imaginário e inspirador e a nova geração de bibliotecas em 2035, veja-se o YouTube da The San José State University School of Information’s, no qual é disponibilizado diversos vídeos: https://www.youtube.com/playlist?list=PLlwxuhlOynjB886tCysuVk2vpJWdgdsjZ.

Hirsh, Sandra (Ed.) – Library 2035. Imagining the next generation of Libraries. Lanham : Rowman & Littlefield Publishers, 2024, 234 p.
ISBN: 978-1-5381-8039-6

Ana Margarida da Costa

Fonte: Library 2035. Imagining the next generation of Libraries
Feed: Notícia BAD
Url: noticia.bad.pt
Back To Top