Skip to content

O pão de nossa terra

Publicado em: O pão de nossa terra

 

A mandioca

É o pão que alimenta,

Nos sertões brasileiros.

 

Cresce,

Gorda, com sua casca dura,

Debaixo da terra fofa.

 

É o sustento

Dos que têm pouco.

 

É a farinha,

De quem só vê trigo

Nos versículos bíblicos.

 

Engrossa o caldo

Feito com os ossos

Dos bois magros.

 

Fica, ao centro da mesa,

Na cumbuca seca,

Pronta a qualquer refeição.

 

Fica ao centro da mesa,

Sustentando o corpo

Dos que têm pouco.

 

 


Créditos da imagem: Natureza morta com mandioca (1640), de Albert Eckhout (1610 – 1666).

 

 


SOBRE O AUTOR

Luiz Ricardo Resende Silva

Luiz R. R. Silva é escritor e graduando em História pela Universidade Federal de Ouro Preto. Tem interesse em História do Brasil e em Histórias das Áfricas, com foco em estudos decoloniais. É autor de “Minha flor africana e outros poemas sociais” (2021), lançado pela Drago Editorial, de “Desgovernal” (2022), lançado pela Editora Caravana, e “Concretude” (2022), lançado pela Toma aí um poema.

Fonte: O pão de nossa terra
Feed: HH Magazine
Url: hhmagazine.com.br
Back To Top