skip to Main Content

“Onde está o Pessoa?” recebe Menção Honrosa em Coimbra

Publicado em: “Onde está o Pessoa?” recebe Menção Honrosa em Coimbra

O filme-ensaio de Leonor Areal Onde está o Pessoa?, foi agraciado com uma menção honrosa na Secção Outros Olhares, na 29.ª edição do festival Caminhos do Cinema Português, “pela transformação de um filme de actualidades com mais de cem anos num moderno policial”.

Como já aqui tínhamos noticiado, ao longo de cerca de uma hora, a investigadora do IHC conduz-nos pelo seu percurso de análise de um filme mudo, de 1913, digitalizado pela Cinemateca Portuguesa, no qual se vêem pessoas a sair de um concerto no antigo Teatro República (hoje Teatro Municipal São Luiz). Entre a multidão, Leonor Areal diz observar o poeta Fernando Pessoa.

“Como num passe de mágica, o filme nascido no início do século passado passa pelo buraco da minhoca e aterra na sala de montagem, hoje, onde o olhar atento da realizadora perscruta, como num filme policial, tudo o que as imagens têm para nos contar”, afirmou o júri da secção Outros Olhares do Festival Caminhos do Cinema Português. Já o crítico de cinema Jorge Mourinha, numa reportagem publicada no Público, afirma que “é uma delícia acompanhar o modo como Areal as vai desmontando, identificando quer o dia em que tudo se passa quer as personagens que vão aparecendo (com muitas surpresas pelo caminho)”.

Onde está o Pessoa? pode ser visto amanhã, 23 de Novembro, pelas 17h15, no festival Porto Post Doc, no Porto. Abaixo, partilhamos a entrevista que Leonor Areal concedeu ao programa Uma Noite em Forma de Assim, da Antena1, onde fala do processo de criação deste filme-ensaio e dos desafios que coloca ao público.

 

 

Back To Top