skip to Main Content

Paulo Osório eleito Sócio Correspondente da Academia Brasileira de Filologia @ UBI

Publicado em: Paulo Osório eleito Sócio Correspondente da Academia Brasileira de Filologia @ UBI

Paulo Osório foi eleito Sócio Correspondente da Academia Brasileira de Filologia, em reconhecimento da sua investigação no âmbito da Linguística Histórica do Português Europeu e do Português do Brasil. Este estatuto é ainda o reconhecimento da ligação científica e académica que o Professor Catedrático da Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior (FAL-UBI) vem criando com muitas das mais prestigiosas instituições universitárias brasileiras.

Esta eleição corrobora a estreita colaboração de Paulo Osório com o Brasil, integrando, inclusive, alguns grupos de investigação de referência, como por exemplo o Grupo Nêmesis (Estudos do Léxico e da História da Língua Portuguesa da Universidade Federal da Bahia); o Grupo de Linguística Histórica da Universidade Federal de Minas Gerais; o Grupo de Estudos Semânticos do Português da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Paulo Osório congratula-se especialmente “com o facto de integrar uma Academia, da qual fizeram parte duas saudosas figuras proeminentes dos Estudos Linguísticos em Portugal” e “muito importantes” no seu percurso académico: Jorge Morais Barbosa (Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra) e João Malaca Casteleiro (Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)”.

Paulo Osório é, desde abril de 2021, Professor Catedrático de Linguística Portuguesa da Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior, instituição onde tem desempenhado diversos cargos de gestão académica. É membro de organizações científicas internacionais e nacionais da área, tendo presidido à Associação Internacional de Linguística do Português entre 2014-2017 e é, desde janeiro de 2021, membro da Direção da Associação de Linguística e Filologia da América Latina, desempenhando a função de Delegado Regional (Espanha e Portugal).

A Academia Brasileira de Filologia “desde as suas origens se caracterizou como entidade cultural voltada para o trato dos assuntos concernentes à Filologia e à Lingüística sob seus vários aspectos”, como define Azevedo Filho, professor e filólogo brasileiro.

Back To Top