Skip to content

percepções sobre o conceito de combatente a partir da entrada de mulheres

Publicado em: percepções sobre o conceito de combatente a partir da entrada de mulheres


Comentários. Teresa Almeida Cravo (FEUC/CES)

Enquadramento

Esta pesquisa tem por objetivo refletir sobre o conceito de “combatente” a partir da entrada de mulheres em posições de combate e os possíveis impactos dessa entrada para a construção da identidade militar. Parte-se do pressuposto de que as Forças Armadas consistem em uma instituição gendrada e a masculinidade aparece como elemento central de sua constituição.Com um recorte para o contexto da Força Aérea Brasileira, busca-se apontar alguns modos pelos quais a temática da feminilidade/masculinidade é abordada nos discursos estudados. Este estudo é parte de projeto mais amplo, com oficiais da Força Aérea brasileira, sobre como as novas demandas manifestadas no século XXI impactam bases profissionais  específicas, como as instituições militares.

Nota biográfica

Claudia Sousa Antunes é doutorada em Letras Vernáculas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente, é Professora Adjunta no Programa de Pós-Graduação em Ciências Aeroespaciais da Universidade da Força Aérea (UNIFA), investigadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Ciências Aeroespaciais (NEICA/UNIFA), do Círculo Interdisciplinar de Análise do Discurso (CIAD-RIO/UFRJ) e membro da Rede de Pesquisa em Autonomia Estratégica, Tecnologia e Defesa (PAET&D). Atua nos seguintes temas: Análise do Discurso, Identidade, Ethos Militar, Operações de Paz, Cultura Militar e Estudos de Gênero.

Fonte: percepções sobre o conceito de combatente a partir da entrada de mulheres
Feed: Centro de estudos Sociais – Eventos
Url: www.ces.uc.pt
Back To Top