Skip to content

Projecto FORCED inaugura exposição em Paris | Notícias

Publicado em: Projecto FORCED inaugura exposição em Paris | Notícias

A exposição Travailleurs Portugais et Espagnols dans le IIIe Reich (1940-1945), resultado do projecto de investigação europeu FORCED, vai ser inaugurada na Université Paris 8 Vincennes – Saint-Denis a 12 de Setembro, após um adiamento devido a protestos que ocuparam aquela universidade em Março.

A exposição retrata as histórias de vida de homens e mulheres, originários da Península Ibérica, que foram constrangidos a trabalhar pelo regime Nacional-Socialista, apesar do estatuto de neutralidade de Espanha e de Portugal. Prisioneiros de guerra, prisioneiros de campos de concentração e trabalhadores civis foram forçados a trabalhar no Reich ou nos territórios ocupados pelos nazis. Os portugueses e espanhóis também integraram os contingentes de trabalhadores oriundos de França.

A inauguração da exposição será antecedida por uma mesa redonda, sob o tema “Mémoire douloureuse et citoyenneté“, onde se irá debater a relação entre memórias dolorosas e cidadania. A discussão contará com a participação diversos convidados, sendo de destacar a participação do Secretário de Estado da Memória Democrática, Fernando Martínez Lopez, e do Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva.

O projecto FORCED — Portuguese and Spanish Forced Labourers under National Socialism: History, Memory and Citizenship, coordenado por Cláudia Ninhos, foi financiado pelo programa europeu “Europa para os Cidadãos — Memória Europeia” e reúne uma equipa multinacional da Universidade NOVA de Lisboa, Université Paris 8 Vincennes Saint-Denis (França), Universitat Autònoma de Barcelona (Espanha), European Observatory on Memories (EUROM, Espanha), International Tracing Service (Alemanha) e da Associação de Professores de História (Portugal).

Além desta exposição, o projecto FORCED já implementou também acções de formação para professores e dará origem a uma plataforma digital com informações dos portugueses e espanhóis que foram trabalhadores forçados durante o Terceiro Reich.

 

Back To Top