skip to Main Content

Projeto “Carbo2Soil” conta com a UBI para aumentar a circularidade do sector agropecuário @ UBI

Publicado em: Projeto “Carbo2Soil” conta com a UBI para aumentar a circularidade do sector agropecuário @ UBI

A Universidade da Beira Interior (UBI) é uma das entidades que está a trabalhar num projeto que visa implementar no sector agropecuário um conjunto de medidas que contribuam para o desenvolvimento sustentável e a economia circular. Enquadrado na Agenda de Investigação e Inovação para a Sustentabilidade da Agricultura, Alimentação e Agroindústria, o projeto “Carbo2Soil – Reforçar a Complementaridade entre Agricultura e Pecuária para Aumentar a Fertilidade dos Solos e a sua Capacidade de Sequestro de Carbono” tem como principal objetivo introduzir elementos de circularidade nos processos produtivos, aumentando a coesão territorial, a integração entre atividades económicas e a criação de emprego qualificado em novas áreas de atividade.

“Carbo2Soil” pretende criar um sistema de certificação que permita uma efetiva regulamentação dos processos que ocorrem na interface entre pecuária e agricultura, implementando um sistema documental que permita o controlo e a rastreabilidade dos processos.

O projeto é liderado pelo Instituto Politécnico de Coimbra e conta com a participação das investigadoras da UBI Ana Carreira Lopes (FibEnTech) e Maria de Lurdes Ciríaco.

O sistema a criar vai abordar quatro problemas fundamentais no futuro da Humanidade no planeta terra e, em particular, em Portugal: a questão da fertilidade do solo num futuro pós pico do petróleo, em que os fatores de produção derivados do petróleo tenham sido, gradualmente, abandonados, tornando imperativo encontrar novas formas de assegurar a fertilidade e os serviços ambientais fornecidos por solos saudáveis; a questão dos resíduos e efluentes de origem pecuária, que representam um sério problema para o ambiente e para a saúde pública; a emissão de gases com efeito de estufa, que resulta da atividade pecuária e de algumas culturas; e a capacidade de manter os níveis de produtividade agrícola, para satisfazer uma população mundial crescente.

A agenda do projeto contribui para dar continuidade à visão Europeia de desenvolvimento sustentável e economia circular, sublinhando a importância do sector agrícola como ponto focal do fecho dos ciclos de nutrientes e de energia, fundamental para o sucesso da implementação do conceito de economia circular a longo prazo.

Este é um dos oito projetos financiados no âmbito do PRR – Programa de Recuperação e Resiliência em que a UBI participa. O trabalho dos investigadores da academia, nas mais diversas áreas, vai contribuir para a modernização de sectores ou empresas de enorme impacto na economia nacional: indústrias automóvel, têxtil e de vestuário e do papel e, ainda, dos campos espacial, aeronáutico e agropecuário.

Back To Top