skip to Main Content

Provedores de Estudantes da Europa promovem conferência anual na UBI @ UBI

Publicado em: Provedores de Estudantes da Europa promovem conferência anual na UBI @ UBI

A Universidade da Beira Interior (UBI) será a anfitriã da edição deste ano do encontro de provedores do Ensino Superior de instituições europeias. A   conferência anual da European Network of Ombudspersons in Higher Education (ENOHE) está agendada para junho – entre os dias 12 e 14 – e tem como tema “Da Academia de Platão a Portugal: Democracia, diversidade e o papel do Provedor do Estudante no Ensino Superior”.

O programa integra sessões plenárias, apresentações de papers, workshops e, pela primeira vez, exposição de posters.

Ao longo do evento, a troca de ideias vai centrar-se na importância dos princípios democráticos e de transparência na governação das instituições de Ensino Superior; no papel do Provedor do Estudante e dos agentes de representação estudantil e a sua contribuição para assegurar equidade, justiça, diversidade e inclusão no ensino superior; no equilíbrio entre as necessidades e expectativas dos estudantes com os requisitos das instituições; e no papel do Provedor do Estudante na gestão das dinâmicas de poder.

A Provedoria do Estudante da UBI salienta a importância deste evento internacional para a discussão de temas cruciais relacionados com a democracia, diversidade e o papel fundamental das provedorias dos estudantes no Ensino Superior.

Nos últimos anos, as conferências anuais da ENOHE têm estado associadas a datas ou locais significativos na história da evolução social, com papel importante dos estudantes ou das academias. A conferência da ENOHE de 2022 teve lugar em Atenas (Grécia), próxima do local da Academia de Platão, considerada por muitos como a primeira ‘universidade’ na Europa. A conferência de 2023 ocorreu em Praga (República Checa), onde, em 1989, uma manifestação estudantil desencadeou a Revolução de Veludo, na antiga Checoslováquia.

A conferência de 2024 terá lugar na Covilhã,  50 anos após a Revolução dos Cravos e a transição de Portugal para a democracia, na reta final do ano em que se celebra também o 50.º aniversário da criação do Ensino Superior na Covilhã, sendo por estes motivos uma escolha particularmente significativa não só para o país, como também para a UBI e para a cidade.

Back To Top