skip to Main Content

SciELO atualiza os critérios de indexação. Nova versão vigora a partir de maio de 2020

SciELO Atualiza Os Critérios De Indexação. Nova Versão Vigora A Partir De Maio De 2020

Por Abel L Packer, Denise Peres, Solange Santos, Alex
Mendonça

O Programa SciELO atualizou o documento “Critérios, política e procedimentos para a admissão e a permanência de periódicos na Coleção SciELO Brasil” com nova versão que passa a vigorar a partir de maio de 2020. O documento é referido como Critérios SciELO Brasil por seu objetivo e função de contribuir para o desenvolvimento dos periódicos do Brasil, mas ao mesmo tempo, serve de referência para os critérios de indexação de todas as coleções da Rede SciELO.

Os Critérios SciELO Brasil são componente chave do Modelo
SciELO de Publicação. Eles refletem os objetivos, princípios e funções do
Programa SciELO e implementam as linhas prioritárias de ação de
profissionalização, internacionalização e sustentabilidade que desde 2018 alinham-se
com o modus operandi da ciência aberta.

A renovação dos Critérios é consequência das análises, conclusões e recomendações da Semana SciELO 20 Anos, realizada em setembro de 2018, que se converteu num foro global de análise e debate do estado da comunicação científica na perspectiva dos avanços do Programa SciELO e da Rede SciELO. A ênfase da agenda foi na produção de periódicos de qualidade e nos desafios e caminhos para o seu alinhamento com o estado da arte especialmente a adoção progressiva das práticas de comunicação da pesquisa da ciência aberta.  

Assim, os Critérios são indutores e proativos no
fortalecimento e ampliação das infraestruturas e capacidades nacionais de
comunicação científica e no aperfeiçoamento dos periódicos. A centralidade dos
Critérios é orientar a avaliação dos periódicos com base nas boas práticas
editoriais que incluem o alinhamento com as práticas da ciência aberta.

Os periódicos indexáveis segundo os Critérios SciELO Brasil publicam majoritariamente artigos de pesquisas após avaliação e aprovação de pares e contribuem para o desenvolvimento da pesquisa de uma disciplina ou área temática, apresentam condições de sustentabilidade operacional e financeira, contam com corpo editorial reconhecido na disciplina ou área temática que serve, operam procedimentos de avaliação de manuscritos bem definidos quanto aos padrões éticos de pesquisa e de comunicação dos resultados de pesquisa, rigor cientifico e tempo de avaliação de acordo com a mediana dos periódicos da área, contemplam nos textos dos artigos aprovados todos os elementos de dados exigidos no arquivo XML segundo o SciELO Publishing Schema, assim como, manifestam política e gestão editorial alinhadas progressivamente com as práticas da ciência aberta.

O ajuste das políticas e da gestão editorial na perspectiva da adoção progressiva da ciência aberta é a principal ação que os periódicos indexados devem realizar para compatibilizar-se com os novos critérios. As práticas que serão exigidas dos periódicos SciELO se referem, primeiro, à aceitação da submissão de manuscritos-preprints, ou seja, que estão depositados em um servidor de preprints; segundo, à citação e ao referenciamento de todos os dados, códigos de programas e outros conteúdos subjacentes aos textos dos artigos com vistas a facilitar a avaliação das pesquisas, à replicabilidade das pesquisas, à preservação e reuso dos conteúdos; e, terceiro, à opções de abertura da avaliação por pares. A expectativa é que esse ajuste ocorra até o final de 2020 para os periódicos já indexados.

A nova política deve promover a ciência aberta, inicialmente, estimulando e educando os autores sobre a preparação adequada dos manuscritos, sobre os critérios que periódico utiliza na avaliação, e, posteriormente, exigindo o cumprimento das práticas como condição para aceitação dos manuscritos.  Em resumo, o ajuste afeta os seguintes componentes da política e gestão editorial: sobre o periódico, instruções aos autores, formulário de submissão de manuscritos, guias aos editores e pareceristas e formulário de avaliação por pares. O SciELO recomenda que os periódicos exijam que os autores anexem junto ao manuscrito arquivo compatível com o Formulário de Conformidade com a Ciência Aberta, que sintetiza as práticas de ciência aberta previstas e recomendadas pelo periódico. A versão inicial do formulário admite o não cumprimento das práticas. À medida que a maioria das submissões de manuscritos de qualidade cumpram com as práticas o periódico poderá torná-las obrigatórias.

As avaliações dos periódicos submetidos antes de maio de 2020 continuarão segundo os critérios anteriores de outubro de 2017.

Links externos

Critérios SciELO Brasil <https://www.scielo.org/pt/sobre-o-scielo/metodologias-e-tecnologias/criterios-scielo-brasil-criterios-politicas-e-procedimentos-para-a-admissao-e-a-permanencia-de-periodicos-cientificos-na-colecao-scielo-brasil/criterios-scielo-brasil/>

Formulário de Conformidade com a Ciência Aberta <https://wp.scielo.org/wp-content/uploads/Formulario-de-Conformidade-Ciencia-Aberta.docx>

SciELO 20 Anos <https://www.scielo20.org>

SciELO Publishing Schema <https://scielo.readthedocs.io/projects/scielo-publishing-schema/pt_BR/latest/>

PACKER, A.L., et al. SciELO atualiza os critérios de indexação. Nova versão vigora a partir de maio de 2020 [online]. SciELO em Perspectiva, 2020 [viewed ]. Available from: https://blog.scielo.org/blog/2020/05/13/scielo-atualiza-os-criterios-de-indexacao-nova-versao-vigora-a-partir-de-maio-de-2020/



Fonte: SciELO atualiza os critérios de indexação. Nova versão vigora a partir de maio de 2020

ID Feed: SciELO em Perspectiva

Domínio (Fonte): blog.scielo.org

This Post Has 0 Comments

Comentar

Back To Top