skip to Main Content

“Sem história não há memória”- aprender através das linhas do envelhecimento queer

Publicado em: “Sem história não há memória”- aprender através das linhas do envelhecimento queer


Esta exposição resulta da colaboração entre os projetos REMEMBER e TRACE e tem como objetivo assinalar o mês da história LGBTQI+.

Este ano, a exposição concentra-se no envelhecimento de pessoas LGBTQI+. Damos destaque ao tema através da exibição de livros do acervo da BNS que abordam questões de envelhecimento e direitos das pessoas LGBTQI+, complementados por uma coletânea de teses de doutoramento realizadas no CES, na área LGBTQI+. Teremos ainda exemplares do Fator Q, publicação anual produzida pelo GPS – Grupo de Pesquisa em Sexualidades do CES. Por fim, a exposição engloba um conjunto de cartazes, contendo excertos de entrevistas que realizámos a pessoas queer acima dos 60 anos.

Nesta exposição bibliográfica, mergulhamos em narrativas que, frequentemente, ficam à margem da investigação e do ativismo, recuperando e destacando as experiências singulares de quem envelhece à luz da diversidade de género e/ou sexual.


Organizadoras: Ana Lúcia Santos; Joana Brilhante e Inês Lima


Atividade no âmbito dos projetos de investigação TRACE -Tracing Queer Citizenship over Time: Ageing, ageism and age-related LGBTI+ politics in Europe, financiado pelo European Research Council; e REMEMBER – Vivências de pessoas LGBTQ Idosas no Portugal Democrático (1974-2020), financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia; e da Biblioteca Norte/Sul, Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra, Portugal.


 

Fonte: “Sem história não há memória”- aprender através das linhas do envelhecimento queer
Feed: Centro de estudos Sociais – Eventos
Url: www.ces.uc.pt
Back To Top