skip to Main Content

Somos todos populistas?

Publicado em: Somos todos populistas?

Apresentação


A investigação recente tem identificado níveis médios de atitudes populistas muito elevados em vários países europeus, incluíndo Portugal. Quererá isto dizer que somos todos populistas? Nesta conversa com o público, José Santana Pereira olha com detalhe para os resultados de sua investigação, identificando padrões, tipos e variações nas atitudes populistas expressas pelos cidadãos.


No intuito de convidar todas as pessoas interessadas a conversar sobre os temas populismo e emoções, a equipe de investigação do projeto UNPOP – Desmontar o Populismo: Comparando a formação de narrativas da emoção e os seus efeitos no comportamento político, coordenado no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, organiza esta conversa aberta com o investigador José Santana Pereira para questionar se “Somos todos populistas?”. Além da apresentação de José Pereira, o evento também contará com a moderação de Sofia José Santos [TBC].


Esta conversa aberta ao público faz parte do ‘ciclo de eventos UNPOP – O populismo e as emoções’, cujo propósito é criar uma plataforma de discussão multidisciplinar sobre a formação de narrativas da emoção e os seus efeitos no comportamento político, com foco no populismo. Enquanto o sucesso dos fenómenos populistas é alegadamente atribuído em grande medida à sua capacidade de mobilizar as emoções das pessoas ‘comuns’, pouco se debate relativamente ao quanto estas emoções sejam legítimas e de que forma contribuem a formular a representação política. Este debate remete ao vibrante tema da relação entre razão e emoção e dos limites de ambas na sociedade. O potencial mobilizador das emoções nos discursos populistas é frequentemente visto como alheio a práticas democráticas, ou uma versão deturpada e irracional do discurso político. O ciclo de eventos ‘UNPOP’ promoverá diversas discussões envolvendo – e desafiando – esta premissa.


Por sua vez, este ciclo de eventos faz parte do projeto UNPOP, que tem como objetivo principal explorar como as narrativas de emoção permitem uma análise mais profunda do modo como os fenómenos populistas se constituem e influenciam o comportamento político. Assim, o ciclo de eventos desenvolvido ao longo do projeto abordará diversas questões envolvendo o recente crescimento do populismo, com foco no papel das emoções – tanto aquelas tidas como negativas como raiva e medo, quanto as tidas como positivas como esperança e amor – no comportamento político.


Coordenado por Cristiano Gianolla e Lisete Mónico e acolhido institucionalmente pelo Centro de Estudos Sociais e pelo CINEICC – Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenção Cognitivo-Comportamental – da Universidade de Coimbra, o projeto UNPOP conta com o financiamento da Fundação Portuguesa para a Ciência e Tecnologia (FCT).

Notas biográficas


José Santana Pereira é Professor Auxiliar do Departamento de Ciência Política e Políticas Públicas (ESPP) e Investigador Integrado do CIES-Iscte – Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (ESPP) em Política e Cidadania. Possui doutorado em Ciências Políticas e Sociais pelo Instituto Universitário Europeu em Florença (IUE, 2012). A sua investigação tem vindo a centrar-se no campo dos efeitos dos meios de comunicação social na opinião pública e, mais recentemente, no estudo dos sistemas de media nacionais em perspectiva comparada. O comportamento eleitoral e as atitudes políticas (nomeadamente as atitudes em relação à Europa) também fazem parte dos seus interesses de investigação.

Sofia José Santos* é Professora Auxiliar de Relações Internacionais na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e Investigadora do Centro de Estudos Sociais, onde coordena o projeto DeCodeM como Investigadora Principal, e onde tem desenvolvido, desde 2008, investigação sobre media e intervencionismo global; representações mediáticas e processos de securitização; media e política externa; internet e tecnopolítica; e media e masculinidades. É doutorada e mestre em “Política Internacional e Resolução de Conflitos” pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e licenciada em Relações Internacionais pela mesma universidade, tendo também um diploma de Estudos Avançados em “Ciências da Comunicação” pelo ISCTE-IUL. // *[TBC – Participação a ser confirmada]




Apoio:


Salão Brazil

 

Fonte: Somos todos populistas?
Feed: Centro de estudos Sociais – Eventos
Url: www.ces.uc.pt

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back To Top