skip to Main Content

UBI assinala Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência com programa para a comunidade @ UBI

Publicado em: UBI assinala Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência com programa para a comunidade @ UBI

A Universidade da Beira Interior (UBI) inicia esta semana um programa multidisciplinar para celebrar o Dia Internacional das Mulheres e raparigas na Ciência, que se assinala a nível mundial no dia 11 de fevereiro. O programa da UBI tem início a 9 de fevereiro, com eventos que decorrem ao longo de todo o dia ou que têm continuidade temporal mais alargada. A iniciativa é organizada pela Vice-Reitoria para a Investigação, Inovação e Desenvolvimento e foi preparada para receber toda a comunidade.

Durante a manhã do dia 9 de fevereiro (sexta-feira), decorre o programa “Mulheres Cientistas à Conversa”, gravado nas instalações da universidade, e que será transmitido em direto no canal de YouTube da UBI. Esta iniciativa visa destacar as notáveis contribuições femininas no campo da investigação realizada na UBI, na sua multiplicidade de vertentes e áreas científicas. Ao longo da série de entrevistas, as professoras e investigadoras da UBI apresentam o seu percurso pessoal e profissional, destacam os desafios da carreira, descrevem o trabalho realizado e deixam diversos conselhos às jovens interessadas em seguir carreiras científicas.

“Para a construção deste elenco foi lançada uma call interna onde as nossas investigadoras foram desafiadas a inscrever-se e a partilhar com a comunidade UBIana e toda a comunidade em geral a sua atividade e percurso científico”, explica Sílvia Socorro, Vice-Reitora da UBI, que salienta: “A passagem e o conhecimento destes exemplos é fundamental para ilustrar a relevância do universo feminino no panorama da investigação a nível nacional, e não só, contribuindo para materializar junto das jovens a conceção de percursos dedicados à ciência. Claro, não inviabiliza que estimule, igualmente, rapazes, mas o objetivo deste dia é que seja dedicado às mulheres e raparigas”.

No mesmo dia, à tarde, a sessão intitulada “Grande Entrevista” conta com a participação de Mariana Alves, investigadora da Universidade de Aveiro e Cofundadora e Codiretora da “Cartas com Ciência”, uma associação sem fins lucrativos que trabalha com comunidades de baixos rendimentos em países de língua portuguesa, de forma a combater as desigualdades sociais através da ciência. Durante o seu percurso académico, Mariana Alves desenvolveu trabalho de investigação em biologia molecular, democratização da ciência, e em comunicação e educação científicas equitativas, aspetos que serão apresentados pela jovem cientista durante a entrevista.

As entrevistas do programa “Mulheres Cientistas à Conversa”, assim como a “Grande Entrevista”, terão transmissão em direto no YouTube da UBI e ficarão disponível em formato Podcast no Spotify e Apple Podcasts, a 11 de fevereiro.

Durante a tarde de 9 de fevereiro, terá também lugar a atividade “Empreendedorismo e Ciência no Feminino”, uma mesa-redonda moderada por Maria José Madeira (docente Departamento de Gestão e Economia). O leque de oradoras é composto por Sílvia Socorro (Vice-Reitora para a Investigação, Inovação e Desenvolvimento), Helena Alves (Vice-Reitora para o Ensino, Assuntos Académicos e Empregabilidade), Diana Costa (investigadora do CICS-UBI – Centro de Investigação em Ciências da Saúde), Renata Ferraz (Investigadora do LabCom – Comunicação e Artes), Lígia Maciel Ferraz (Estudante de Doutoramento em Media Artes) e Maria Parra (Estudante de Mestrado em Cinema).

A iniciativa visa aproximar a comunidade científica da UBI dos alunos do Ensino Secundário, estimulando a troca de experiências e o esclarecimento de dúvidas dos mais jovens. Neste sentido, o guião da conversa e orientação dos temas de discussão na mesa terão por base um conjunto de tópicos/questões enviadas por diversas turmas das escolas da região. A atividade decorre no Anfiteatro 8.1 da Faculdade de Engenharia, a partir das 14h30.

“Cientistas em Letras, Linhas e Cores” é uma exposição de trabalhos dos alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos. De forma a analisar a perceção dos mais novos sobre a ciência e os perfis dos cientistas, os estudantes das escolas da região foram desafiados a responder à questão “Como eu ‘vejo’ as pessoas cientistas?”, através de desenhos ou contribuições escritas. A exposição estará patente na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, de 9 de fevereiro a 8 de março.

O Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência, celebrado a 11 de fevereiro, foi implementado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2015. Esta comemoração anual de relevo e impacto a nível internacional reconhece o papel fundamental exercido pelas mulheres e pelas raparigas na ciência e na tecnologia.

 

Back To Top