skip to Main Content

UBI em projeto para aplicação da inteligência artificial na avaliação de resíduos @ UBI

Publicado em: UBI em projeto para aplicação da inteligência artificial na avaliação de resíduos @ UBI

A Universidade da Beira Interior (UBI) está a participar num projeto europeu, designado GRESINT, centrado na Inteligência Artificial aplicada aos resíduos, com foco na sustentabilidade. O objetivo deste projeto é melhorar a classificação de embalagens através de tecnologias inteligentes que serão testadas em três pilotos nas instalações de classificação de embalagens da Sogama e LIPOR, visando contribuir para alcançar os objetivos europeus de reciclagem ao introduzir materiais recuperados de alta qualidade no ciclo produtivo que substituirão os produtos virgens.

Como parte de sua contribuição para o projeto, a UBI irá desenvolver um catálogo inicial de tecnologias, abrangendo áreas cruciais como engenharia de requisitos, inteligência artificial, plataforma de dados e arquitetura em nuvem. Este catálogo servirá como um ponto de partida para o desenvolvimento da plataforma de inteligência artificial conjunta do projeto.

Além disso, a UBI acompanhará os testes piloto a serem promovidos em Portugal e Espanha, embora com maior foco no que será realizado na LIPOR. Estas atividades e sinergias entre os diversos parceiros do projeto GRESINT irão proporcionar a transferência de conhecimento entre a academia e a industria. A equipa da UBI no projeto GRESINT é composta pelos Professores Bruno Silva, Nuno Pombo e Pedro Inácio do Departamento de Informática.

Liderado pela Sogama – Sociedade Galega do Medio Ambiente, empresa pública da Galiza, tem como parceiros o CITIC – Centro de Investigação em Tecnologias da Informação e Comunicação (CITIC) da Universidade de A Corunha, e, de Portugal, a LIPOR – Associação de Municípios para a Gestão Sustentável de Resíduos do Grande Porto e a UBI.

O lançamento do GRESINT decorreu a 14 março, na sede da Agência Galega de Inovação (GAIN), em Santiago de Compostela. O presidente da Sogama, Javier Domínguez, acompanhado pelos coordenadores regionais do POCTEP na Galícia e em Portugal, Xosé Pérez Lago e Mário Guimarães, respetivamente, inaugurou o evento.

A diretora geral da Sogama, Mirta Sueiro, explicou os detalhes do projeto, bem como o papel que esta empresa pública desempenhará no mesmo. José Henrique Silva, técnico da LIPOR, apresentou os detalhes da ferramenta que a entidade projetou para a digitalização da gestão de resíduos.

Uma mesa redonda moderada pela diretora geral de Qualidade, Sustentabilidade e Mudança Climática da Junta da Galícia, María Sagrario Pérez Castellanos, discutiu as vantagens da inteligência artificial aplicada aos resíduos, contando com as intervenções de Elísabet González, gerente de Inovação da empresa PreZero; Bernardo Riveira, diretor de Operações e Desenvolvimento da Cinfo; e Laura Alonso e Joan Mestre Adrover, técnica de Meio Ambiente e vereador da área, respectivamente, na Prefeitura de Sant Llorenç des Cardassar (Ilhas Baleares).

Selecionado no âmbito da terceira convocatória do Programa Interreg Espanha-Portugal (POCTEP 2021-2027), o projeto GRESINT, com um prazo de execução até 2026, tem um orçamento de cerca de 800.000 euros. Prevê uma série de atividades, como a elaboração de uma Agenda de Digitalização do processo de gestão de resíduos, um catálogo de tecnologias inteligentes existentes no mercado que possam ser relevantes para a melhoria dos processos industriais e um roteiro para a implementação das tecnologias-chave identificadas.

Back To Top