skip to Main Content

A curadoria do desconforto

A Curadoria Do Desconforto

Publicado em: A curadoria do desconforto

"A pergunta que surge de imediato é se as nossas organizações culturais (…) estarão preparadas para isso. Porque antes de ajudarmos o público a lidar com a ambiguidade e as nuances, devemos olhar para dentro e encarar o nosso próprio desconforto. (…) Há ainda profissionais da nossa área que se contentam com o conforto de uma suposta neutralidade. As palavras “diversidade” e “inclusão” surgem, mesmo assim, com alguma frequência no nosso discurso, mas não têm um efectivo impacto no nosso trabalho, nas perguntas que colocamos a nós próprios, na forma como avaliamos o que fazemos. São palavras bonitas, mas inspiram ainda pouca acção. No entanto, é preciso a mudança começar de dentro".
"A curadoria do desconforto", opinião no "Público" de hoje (p. 55), de Maria Vlachou, museóloga e gestora cultural.

https://www.publico.pt/…/opin…/curadoria-desconforto-1949349

A curadoria do desconforto

Escrevo este texto a pensar nos habitantes da Póvoa de São Miguel, no concelho de Moura, Alentejo. A aldeia tem uma população de 20% de pessoas de etnia cigana, que viram recentemente os seus conterrâneos não-ciganos a votar maioritariamente (41,23

Fonte: A curadoria do desconforto
Feed: [feed_name]
Url: [source_domain]
This Post Has 0 Comments

Comentar

Back To Top