Skip to content

“As Jornadas FCCN representam uma oportunidade enriquecedora e produtiva para a comunidade de ensino e de investigação”  • FCCN

Publicado em: “As Jornadas FCCN representam uma oportunidade enriquecedora e produtiva para a comunidade de ensino e de investigação”  • FCCN

João Mendes Moreira – diretor de Área da unidade FCCN, da Fundação para a Ciência e a Tecnologia – dirige, este ano, a organização das Jornadas FCCN e revela, em entrevista, alguns dos principais destaques para a 15.ª edição do encontro.

No momento em que faltam menos de dois meses para o arranque da iniciativa, o responsável partilhou algumas das suas expectativas para esta edição, mais informações sobre o programa e explicou a importância das Jornadas FCCN para a comunidade de Ensino e Investigação. “As Jornadas FCCN representam uma oportunidade enriquecedora e produtiva para a comunidade de ensino e de investigação”, destaca. 

O que irá marcar a programação das Jornadas FCCN 2024?

As Jornadas FCCN são o ponto de encontro anual das diversas comunidades de gestores e utilizadores das infraestruturas e serviços digitais fornecidos pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, através da sua unidade FCCN.  

Durante três dias intensivos, as sessões gravitarão em torno das áreas fundamentais de atuação da FCCN: Conectividade, Computação, Colaboração, Conhecimento e Segurança. Os participantes terão a oportunidade de se inteirar sobre os últimos desenvolvimentos em cada uma dessas áreas, além de discutir planos futuros e fornecer feedback valioso. 

Destaco o keynote speaker convidado deste ano, o prestigiado investigador João Canning Clode, Coordenador do MARE – Marine and Environmental Sciences Centre da ARDITI, que teremos a honra de receber. A sua apresentação promete trazer insights valiosos sobre a importância da investigação ambiental.  

A edição deste ano contará ainda com uma sessão sobre os instrumentos de financiamento da Fundação para a Ciência e a Tecnologia na qual os potenciais beneficiários poderão participar. 

Para além das sessões técnicas e palestras inspiradoras, existirão também diversos eventos sociais e lúdicos, que proporcionam momentos de descontração e a oportunidade de desfrutar das maravilhas da ilha da Madeira. 

Além disso, estas Jornadas serão uma oportunidade única para conhecer a ARDITI, parceiro local na organização do evento, cuja missão é promover a excelência científica e a inovação na Região Autónoma da Madeira. Para mais informações sobre esta instituição, recomendo a leitura da entrevista com o presidente do conselho de administração. 

De que forma a Área de Conhecimento Científico, que o João dirige, está refletida na edição deste ano? 

A Área do Conhecimento Científico (ACC) tem um papel fundamental em assegurar o acesso a fontes de informação científica de prestígio e qualidade reconhecidas, em promover, apoiar e facilitar a prática da ciência aberta pela comunidade nacional e em facilitar a gestão e o acesso à informação sobre ciência e tecnologia em Portugal.  

Como é habitual, estaremos focados em apresentar os avanços e planos futuros em cada uma das quatro atividades sob a responsabilidade de ACC: publicações científicas (b-on), acesso aberto (repositórios científicos, revistas científicas e ainda o diretório de repositórios digitais), dados de investigação (POLEN GDI) e sistemas de informação de gestão de ciência (PTCRIS). 

Na b-on, por exemplo, destacaremos a execução dos atuais contratos da b-on, nomeadamente a nível de publicação, enquanto na atividade de acesso aberto, abordaremos a migração dos repositórios do RCAAP. Na atividade POLEN, teremos a apresentação do programa nacional de dados de investigação financiado pelo PRR. Por fim, relativamente ao PTCRIS, abordaremos o modelo de governação de dados, o serviço de identificadores de financiamento e a forma como as instituições estão a utilizar o CIÊNCIAVITAE. Esses são apenas alguns dos tópicos que serão abordados durante as Jornadas, refletindo o compromisso contínuo da ACC em promover o acesso aberto, a ciência aberta e a gestão eficiente da informação científica em Portugal. 

O que ganha a comunidade académica e de investigação ao estar presente nas Jornadas?

Esperamos que os participantes saiam do evento com novos conhecimentos, ideias e conexões que possam aplicar nas atividades das organizações que representam.  

Participar das Jornadas FCCN oferece à comunidade de ensino e investigação uma oportunidade de se manter atualizada sobre os últimos avanços, tendências e descobertas nas áreas de atividade da FCCN. Além disso, proporcionam um ambiente propício para networking, permitindo o estabelecimento de novos contactos, colaborações e parcerias. Estes contactos podem levar a oportunidades de colaboração em projetos, intercâmbio de conhecimentos e experiências, além de fornecer um espaço para discussão de ideias e desafios comuns. Além disso, as Jornadas também oferecem uma plataforma para os participantes compartilharem as suas atividades com uma audiência mais ampla, recebendo feedback valioso e visibilidade para seus trabalhos.  

Não menos importante é a possibilidade de interagir com representantes dos patrocinadores das jornadas seja para saber conhecer novos produtos/serviços ou tratar de assuntos em uso.  

Em resumo, as Jornadas FCCN representam uma oportunidade enriquecedora e produtiva para os participantes da comunidade de ensino e de investigação. 

De que forma esta edição se vai diferenciar das anteriores?

A principal diferença em relação a edições anteriores é o local onde irão ser realizadas. Pela primeira vez, as Jornadas FCCN ocorrerão fora das instalações do parceiro local. Esta mudança deve-se à dimensão que as Jornadas atingiram fruto do crescimento orgânico e sustentado ao longo das sucessivas edições. As sessões decorrerão em infraestruturas modernas e inspiradoras, garantindo conforto aos participantes. Esperamos que a localização icónica, o emblemático complexo de edifícios (Centro de Congressos da Madeira, Hotel Pestana Casino Park) criado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, adicione um toque especial às Jornadas FCCN deste ano e proporcione uma experiência única.  

Qual o impacto que prevê que este evento terá para a região da Madeira? 

As Jornadas FCCN podem ter vários impactos positivos na região da Madeira. Destaco alguns pontos importantes. 

Em primeiro lugar, a visibilidade da região, não apenas como um destino turístico, mas também como um centro de investigação, tecnologia e inovação. Além disso, o estímulo à apropriação pela comunidade de ensino e de investigação regional das infraestruturas e serviços digitais de suporte disponibilizados pela FCCN. Por fim, as Jornadas potenciarão as oportunidades de networking e colaboração entre a comunidade regional e a comunidade continental, fortalecendo laços e promovendo trocas de conhecimento. 

Ao longo das próximas semanas, mais novidades serão divulgadas sobre as Jornadas FCCN 2024. Acompanhe tudo em https://jornadas.fccn.pt/ 

Back To Top