skip to Main Content

As mil e duas noites no CLP

Publicado em: As mil e duas noites no CLP


Na milésima segunda noite
Sherazade degolou o sultão
Antonio Carlos Secchin

Após uma extensa pesquisa sobre a noite como tema, tempo, lugar e imagem, ocuparemos a parede externa das Cantinas Azuis com 254 páginas de livros. Como se cada texto fosse uma história para atravessar mais uma noite, lembrando Sherazzade no clássico As mil e uma noites.

No âmbito da Bienal de Artes de Coimbra, acontece o projeto As mil e duas noites – um diálogo entre as pesquisas literárias e estéticas do Paginário e do Programa Doutoral de Materialidades da Literatura
(a partir das investigações de Elena Soressi, Elizama Almeida e Mafalda Lalanda).

No dia 22 de junho, quarta-feira, às 14h30, o MATLIT LAB convida a comunidade para participar da preparação do projeto com o professor e artista brasileiro Leonardo Villa-Forte, autor de Escrever sem escrever (2021) e MixLit – O DJ da Literatura. O encontro será no Centro de Literatura Portuguesa da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (7.º PISO).

Cada participante pode se sentir livre para trazer os livros de predileção nos quais haja a presença da noite. Vale ficção, romance, poesia, ensaio, banda desenhada, fotografia, entre outros. As páginas selecionadas serão instaladas no mural da Rua Oliveira Matos (Cantinas Azuis) durante o dia 25 de junho.


Fonte: As mil e duas noites no CLP
Feed: Materialidades da Literatura
Url: matlit.wordpress.com

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back To Top