skip to Main Content

Assombro

Publicado em: Assombro

 

Um pesado silêncio 

Atravessa o vazio do meu peito 

Que arde sem saber o porquê 

Ou talvez finjo não saber 

 

Vazio como uma casa abandonada 

Portas e janelas escancaradas 

Escombros de pensamentos 

Poeiras de angústias ancoradas 

 

Algo aconteceu aqui dentro 

O meu peito foi o epicentro 

De um tremor, rumor, pavor 

De, talvez, não ter sido um bom exemplo 

 

Que eu seja sempre um auspicioso tempo 

E que do meu peito sopre sempre bons ventos 

E bonitos ensinamentos 

Que eu semeie apenas bons sentimentos 

 

Sempre, em qualquer lugar. 

 

 

 


Créditos na imagem: Divulgação. Casa abandonada em Farroupilha.

 

 

 

SOBRE O AUTOR

Tadeu Goes

Carioca, poeta, autor do livro de poesia Nascente (2018), bacharel em Direito pela Universidade Estácio de Sá, pós-graduando em Processo Civil Contemporâneo pela UERJ, licenciado em História pela Universidade Estácio de Sá, com especialização em História Antiga e Medieval pela Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro. Além disso, integra a Liga Universitária de Pesquisadores e Artistas de Carnaval da UFRJ (LUPA Carnaval).

Fonte: Assombro
Feed: HH Magazine
Url: hhmagazine.com.br

This Post Has 0 Comments

Comentar

Back To Top