skip to Main Content

Democracia, Direitos Humanos e Participação de Crianças e Jovens

Democracia, Direitos Humanos E Participação De Crianças E Jovens

Publicado em: Democracia, Direitos Humanos e Participação de Crianças e Jovens

Apresentação


“Todas as pessoas têm o direito de conhecer, procurar e receber informações sobre todos os Direitos Humanos e liberdades fundamentais e devem ter acesso à educação e formação para os Direitos Humanos” – Declaração das Nações Unidas sobre a Educação e Formação para os Direitos Humanos (2011). 


Partindo deste princípio, este curso aborda aspectos centrais dos Direitos Humanos,  Democracia e Participação de crianças e jovens, numa perspetiva teórico-prática.


O curso desenvolve-se em torno de três módulos temáticos: Introdução aos Direitos Humanos (9, 10 e 17 de Outubro); Participação de Crianças e Jovens na Escola (6, 7 e 13 de Novembro), e Participação de Crianças e Jovens na Sociedade (4, 5 e 11 Dezembro).


No Módulo I é feita uma introdução aos Direitos Humanos, origens dos principais instrumentos e seus princípios. É feita uma abordagem reflexiva e vivencial destes temas centrais, a sua aplicação no quotidiano, particularmente na educação. O Módulo II aborda os direitos e participação das crianças e jovens, focando a escola enquanto espaço de literacia, e de proteção e promoção destes direitos. É também feita uma reflexão sobre as condições necessárias à promoção e proteção destes direitos, em particular no contexto escolar. O Módulo III aborda a Democracia numa perspectiva ampla, de participação na sociedade, apontando aspectos em que as crianças e jovens podem tomar parte. Na parte final são analisadas ferramentas informáticas (online e offline) que podem ser utilizadas na promoção da participação de crianças e jovens. Durante todo o curso são partilhadas ferramentas e recursos educativos, para aplicação no contexto de gestão educativa e utilização em sala de aula, sobre os respetivos temas.


O curso conta com a participação e apoio do projeto Miúdos a Votos – Visão Júnior e Rede de Bibliotecas Escolares.

 


Coordenação e Equipa


Carla Luís | Coordenadora do VOTEdhr – Eleições, Democracia e Direitos Humanos. Investigadora do CES – Centro de Estudos Sociais, em pós-doutoramento. Mestre em Direitos Humanos e Democratização (EIUC) e licenciada em Direito pela FDUNL. Tem trabalhado na área das Eleições e Democracia, com instituições internacionais e nacionais. Doutorada pela Universidade de Coimbra, com uma tese sobre a ONU e impacto dos sistemas eleitorais. Foi investigadora no The Electoral Integrity Project (Univs. Sydney/Harvard) e trabalhou com o PNUD como assessora jurídica eleitoral, entre outros. Membro da Comissão Nacional de Eleições desde 2009. Co-autora de diversas leis eleitorais anotadas, entre outras. Leciona na área da Observação Eleitoral, Justiça Eleitoral, entre outras. Formadora certificada BRIDGE.


Diana Silva | Licenciada em Enfermagem, estudou Saúde e Desenvolvimento no IHMT. Como enfermeira, colaborou em missões de cooperação para o desenvolvimento em Timor Leste e São Tomé e Príncipe, abrangendo a monitorização das políticas de saúde nos serviços comunitários e formação de pessoal de saúde. Em Portugal trabalhou num centro de redução de riscos dirigido a pessoas que usam drogas e coordenou projetos na área da saúde comunitária, incluindo a promoção de acesso aos serviços de saúde pela população migrante. É facilitadora de Educação em Direitos Humanos e Cidadania. Colaborou no Programa de Educação em Direitos Humanos SOMOS da Câmara Municipal de Lisboa e no projecto EAThink – Eat Local, Think Global, promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian, entre outros. Em 2017 fundou o projeto educativo Pirilamp@s Yoga & Meditação, dirigido a crianças e jovens, com o objectivo de desenvolver recursos sócio-emocionais em corpos saudáveis através de yoga, meditação e inteligência emocional.


Francisco Gomes | Licenciado em Ensino da Geografia pela Universidade de Lisboa e Pós Graduado em Administração e Políticas Públicas. É Google Certified Teacher e Trainer. Leciona Geografia, Metodologia de Projeto e TIC no Colégio do Amor de Deus e é coordenador do Departamento de Ciências Sociais e Humanas.


Rafael Betencourt | Licenciado em História pela PUC do Rio de Janeiro, Mestre em História pelo ISCTE e especialista em Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra. Como educador trabalha com Metodologia de Projetos, Educação Democrática e Floresta-Escola em escolas, comunidades de aprendizagem e na formação de educadores. É coordenador pedagógico da Comunidade de Aprendizagem 7 Pétalas em Fafe. É membro fundador da Associação de Escolas da Floresta de Portugal.

 


Público-Alvo

Professores, educadores e todas as pessoas que trabalham ou pretendam vir a trabalhar com crianças e jovens em geral, ou que com estes se relacionam. É relevante para estudantes e investigadores, bem como para pessoas envolvidas em projetos nas áreas em causa.

 


Formação a distância

Aulas: aulas em direto, usando a plataforma Zoom.

A aula é gravada e fica disponível até uma semana após o fim do curso. Cada participante pode gerir a participação consoante a sua disponibilidade. É desejável a frequência das aulas, com espaço para questões e dúvidas dos formandos. O número de participantes é limitado, para permitir maior interação e exercícios práticos.

 


Horário: 6.ª feira, 17h30 – 20h; sábado: 10h – 12h30 (em regra), com intervalo de 15 min. entre as sessões.


Datas:

Módulo 1 – Introdução aos Direitos Humanos: 9, 10 e 17 de outubro. 

Módulo 2 – Participação de Crianças e Jovens na Escola: 6, 7 e 13 de novembro.

Módulo 3 – Participação de Crianças e Jovens na Sociedade: 4, 5 e 11 dezembro.

 


Número total de horas: 24
Certificado de frequência: participação em 20h de sessões.
Inscrição: €170.
Antigos alunos VoteDHr: €150.


Bolsas de Estudo: Acreditamos no poder da educação e da formação. Reservamos duas vagas, com isenção de inscrição, para pessoas residentes em Portugal com capacidade financeira limitada. Enviem-nos um e-mail com o CV e Carta de Motivação (uma página) para ceslx@ces.uc.pt a explicar por que motivo vos deve ser atribuída a bolsa. Não é necessária experiência prévia na área. Pessoas a trabalhar com organizações da sociedade civil, contextos e grupos desfavorecidos, minorias, jovens, ativistas, ou outros, são altamente encorajados a concorrer. Prazo limite: 20 de setembro.

 


Formação Certificada: Laboratório Associado – DL n.º 396/2007, de 31/12, DL n.º 63/2019, de 16 de Maio e Estatutos do CES. Certificado emitido após a conclusão do curso.

Fonte: Democracia, Direitos Humanos e Participação de Crianças e Jovens
Feed: Centro de estudos Sociais – Eventos
Url: www.ces.uc.pt
This Post Has 0 Comments

Comentar

Back To Top