skip to Main Content

História da Historiografia #EP 40: Figurações do canibalismo na história intelectual brasileira

Publicado em: História da Historiografia #EP 40: Figurações do canibalismo na história intelectual brasileira

Neste episódio a historiadora Francine Iegelski (UFF) desenha os principais movimentos das figurações do canibalismo na história intelectual brasileira do século XX. Para construir esse debate sobre o canibalismo, a autora se debruça sobre as obras  produzidas  nas  artes  e  nas  humanidades  brasileira,  via  história colonial,  história  indígena,  sociologia  e  etnologia  indígena,  chamando a atenção para  as  suas  intrínsecas relações com a produção intelectual estrangeira, notadamente a francesa.

 

 

Acesse o episódio também pelas plataformas Deezer e o Google Podcast.

Conheça o artigo “Figurações do canibalismo na história intelectual brasileira do século XX: ciências humanas, artes e temporalidades” publicado no v. 15 n. 38 (2022) da revista História da Historiografia. DOI: https://doi.org/10.15848/hh.v15i38.1805

 

 

 


Créditos: Locução de Ilda Andreata Sesquim (UFOP), Coordenação de João Ohara (UFRJ) e colaboração de Helena Paulo de Almeida (UFOP)

 

 

 

SOBRE A AUTORA

Francine Iegelski

Francine Iegelski é professora de Teoria e Filosofia da História na Universidade Federal Fluminense (UFF), Rio de Janeiro, Brasil. É doutora em História Social e Mestre em Letras pela Universidade de São Paulo (USP). Realizou estágio de doutorado (2010-2011) e pós-doutorado (2014-2015) na École des hautes études en sciences sociales (EHESS) sob a supervisão de François Hartog. É coordenadora do grupo pesquisa “Epistemologia e História Comparada das Ciências Humanas”. É autora do livro “Astronomia das constelações humanas: reflexões sobre Claude Lévi-Strauss e a História”, publicado com o apoio do Prêmio História Social de Teses e Dissertações USP/CAPES. É Jovem Cientista do Nosso Estado (FAPERJ) com o projeto “Experiência histórica, ficção e verdade na literatura latino-americana” (1940-1960) e membro do Laboratório Observatório do Tempo Presente (UFF).

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back To Top