skip to Main Content

Lançamento: Diante da crise | HH Magazine

Publicado em: Lançamento: Diante da crise | HH Magazine

No dia 04 de agosto, a Editora Milfontes lançou o livro Diante da Crise: teoria, história da historiografia e ensino de história hoje.

A obra, organizada pelos historiadores Daniel Pinha Silva e Marcelo de Mello Rangel e pela historiadora Géssica Góes Guimarães Gaio,  é uma reação à crise democrática que passou a assolar o país em 2014, intensificada pelo golpe de 2016, pela eleição de Jair Bolsonaro à presidência da República em 2018 e pela pandemia do novo coronavírus.

A publicação é fruto de discussões e debates ocorridos, em 2017, no âmbito do II Encontro de Pesquisa em Teoria da História e História da Historiografia, realizado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ – Campus Maracanã). O evento é resultado de uma parceria entre os laboratórios COMUM (Comunidade de Estudos em Teoria da História e Historiografia da UERJ) e o NEHM (Núcleo de Estudos em História da Historiografia da UFOP).

Diante da Crise traz ensaios acerca de Teoria da História, História da Historiografia e Ensino de História de autoras e autores como: a organizadora Géssica Guimarães, Temístocles Cezar, Thamara Rodrigues, Livia Vargas-González, Géssica Guimarães & Luisa Rauter, Eduardo Felippe, Cairo Barbosa, Gabriel Mello & Renan Moraes, Francisco de Sousa, Ana Mónica Lopes, Edson Azeredo, Fernanda Crespo & Márcia Gonçalves, Helena Araújo, Renata Moraes e Thais da Silveira. O livro tem como principal objetivo posicionar os(as) historiadores(as) e professores(as) de História de todo o país diante da crise política, econômica, social e sanitária brasileira, fornecendo ideias e argumentos para que os profissionais das humanidades reajam e ajam ante a crise do tempo presente.

 

Para mais informações e para adquirir o livro, acesse o site da Editora Milfontes.

 

Leia alguns artigos dos organizadores e dos autores e autoras publicados na revista História da Historiografia:

 

Reflexões sobre a história em tempos de crise. Gaio, Géssica Góes Guimarães. (v. 7, n. 15, p. 208–213, 2014)

Hamlet Brasileiro: ensaio sobre giro linguístico e indeterminação historiográfica (1970-1980). Cezar, Temístocles. (v. 8, n. 17, p. 440-461, 2015)

Teoria da História e História da Historiografia: aberturas para “histórias não-convencionais”. Rodrigues, Thamara de Oliveira. (v. 12, n. 29, p. 96-123, 2019)

A historicidade do político: o debate sobre representação e cidadania no Império Brasileiro (1823-1840). Pereira, Luisa Rauter. ( v. 9, n. 22, p. 258-274, 2017)

Renovar votos com o futuro: nostalgia e escrita da história. Felippe, Eduardo Ferraz. (v. 10, n. 25, p. 117-134, 2018)

Revolta e proclamação como molduras da história: escrita da história e olhares para a República entre os sócios do IHGB. Sousa, Francisco Gouvea. (v. 8, n. 18, p. 213-230, 2015)

 

 

 

SOBRE O AUTOR

Keversson William Silva Moura

Graduando em História pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Integrante do Grupo de Pesquisa Temporalidades e Histórias Populares. Tem interesse nas áreas de Teoria da História, História da Historiografia e Literatura Romântica, com especial enfoque na Literatura Homoerótica.

Fonte: Lançamento: Diante da crise | HH Magazine
Feed: HH Magazine
Url: hhmagazine.com.br

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back To Top