skip to Main Content

Reflexões não-monogâmicas e porquê a família deve acabar

Publicado em: Reflexões não-monogâmicas e porquê a família deve acabar

Apresentação


Notas biográficas

Marília Moschkovich é socióloga, mestra e doutora em educação pela Unicamp, tendo trabalhado também no Museu de Antropologia da Universidad Nacional de Córdoba (UNC), na Argentina, na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS), em Paris, além de ter sido Research Fellow da Fundação Alexander von Humboldt em parceria com o festival de cinema Berlin Feminist Film Week (2018-2020), dedicando-se a pesquisa sobre não-monogamia, gênero e violência doméstica. Autora do posfácio à nova edição de A origem da família, da propriedade privada e do Estado (Boitempo, 2019). Também é poeta (Gaveta, Urutau: 2017) e editora (Editorial Linha a Linha). Militante do Partido Comunista Brasileiro (PCB), escreve e faz comentários políticos online desde 2010 (Blogueiras Feministas, Biscate Social Clube, Outras Palavras). Escreve mensalmente para o Blog da Boitempo, às terças-feiras.


Amanda Palha é travesti, bissexual, mãe, feminista e anticapitalista. É educadora popular e especialista em estudos de gênero e da família, sendo considerada uma das mais importantes vozes do ativismo transvestigênere no Brasil atualmente. É autora do dossiê de capa da Margem Esquerda #33, sobre marxismo e lutas LGBT.


_________________________


Esta atividade realiza-se através da plataforma Zoom, sem inscrição obrigatória. No entanto, está limitada ao número de vagas disponíveis > https://us02web.zoom.us/j/83009228837 | ID: 830 0922 8837


Agradecemos que todos/as os/as participantes mantenham o microfone silenciado até ao momento do debate. O anfitrião da sessão reserva-se o direito de expulsão do/a participante que não respeite as normas da sala.


As atividades abertas dinamizadas em formato digital, como esta, não conferem declaração de participação uma vez que tal documento apenas será facultado em eventos que prevejam registo prévio e acesso controlado.

Fonte: Reflexões não-monogâmicas e porquê a família deve acabar
Feed: Centro de estudos Sociais – Eventos
Url: www.ces.uc.pt

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back To Top