skip to Main Content

Superficialidade – HH Magazine

Publicado em: Superficialidade – HH Magazine

Para além da ambiguidade

Para além da contradição

Superficialidade

 

Sigo vivendo a minha humanidade. Frágil

Abstrata

 

Sigo

Sinto

Persisto nos costumeiros erros

Sigo, sinto

Sorrio, choro prantos.

 

não posso chorar

a sociedade disse que é errado.

 

Persisto, sorrio

Conto uma mentira baixinho

Mentir não é pecado.

 

Lentamente

o SOFRIMENTO se move

para dentro

do meu rio

meu corpo é rio.

 

Invento uma mentira baixinho. Finjo devagarinho. Vivo a inconstância de viver

o SOFRIMENTO se move

para dentro

do meu rio, meu corpo é rio.

 

 

 


Créditos na imagem: Autoria de Paula Ester Apolônio.

 

 

 

SOBRE A AUTORA

Paula Ester Apolônia

Paula Ester Apolônia, tem 22 anos. Atualmente mora em Mariana, mas é Ouro-pretana.
É graduanda em Letras Língua Portuguesa, pela Universidade Federal de Ouro Preto
(UFOP). Participa do Grupo de Pesquisa sobre Poesia de Língua Portuguesa (GP –
PLIPO). Tem interesse por Literaturas Africanas e por poesia africana em Língua
Portuguesa, e nestes contextos, vem desenvolvendo pesquisa de Iniciação Científica
sobre a obra poética de Paula Tavares, sobre a qual publicou estudos. No ano de 2021,
em Ouro Preto – MG, publicou o seu primeiro livro de poesias, intitulado Inquietações
de uma alma impaciente, por meio do 1º Prêmio AMEOPOEMA de Poesia – 2021, uma
realização do Coletivo AMEOPOEMA.

Fonte: Superficialidade – HH Magazine
Feed: HH Magazine
Url: hhmagazine.com.br

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back To Top