skip to Main Content

Trabalho, Teletrabalho e Tecnologia: Novas fronteiras de desigualdades

Publicado em: Trabalho, Teletrabalho e Tecnologia: Novas fronteiras de desigualdades


Comentários: Filipe Santos (CES) | Moderação: Paula Sequeiros (CES)

Apresentação

A experiência de trabalho tem vindo a sofrer mudanças significativas ao longo de anos recentes, discutindo-se com frequência o ‘futuro do trabalho’. Entre estas, a emergência do teletrabalho no contexto da pandemia tem sido talvez a face mais visível e mais repentina. Repentina na sua imposição, mas talvez também repentina na sua adopção. Pelo menos assim nos é apresentado. Nesta conversa irei rever o modo como o teletrabalho pode ser conceptualizado precisamente como um objeto de fronteira, cuja maleabilidade intrínseca permite a sua adopção em diferentes discursos, de acordo com os objetivos e as experiências de diferentes actores. Neste contexto, o teletrabalho pode também ser considerado como um laboratório de novas formas de interação da tecnologia com o trabalho, projetando os potenciais riscos de diferentes formas de (des)controlo do trabalho através da tecnologia. Assim, os debates em torno do futuro do trabalho, e do papel da tecnologia, poderão ser mais adequadamente repensados em torno do trabalho no futuro, rejeitando visões determínisticas sobre a substituição dos empregos pelas máquinas e antes alertando para os riscos de novas desigualdades que podem advir de uma utilização desregulada da tecnologia na esfera do trabalho


____________________

Esta atividade realiza-se através da plataforma Zoom, sem inscrição obrigatória. No entanto, está limitada ao número de vagas disponíveis.
https://us02web.zoom.us/j/81920440901?pwd=eFUrcXREZ1czNTlBcVE5QzV4STRvdz09

ID da reunião: 819 2044 0901 | Senha de acesso: 393146


Agradecemos que todos/as os/as participantes mantenham o microfone silenciado até ao momento do debate. O anfitrião da sessão reserva-se o direito de expulsão do/a participante que não respeite as normas da sala.


As atividades abertas dinamizadas em formato digital, como esta, não conferem declaração de participação uma vez que tal documento apenas será facultado em eventos que prevejam registo prévio e acesso controlado.

Fonte: Trabalho, Teletrabalho e Tecnologia: Novas fronteiras de desigualdades
Feed: Centro de Estudos Sociais – Destaques
Url: www.ces.uc.pt

This Post Has 0 Comments

Comentar

Back To Top