skip to Main Content

Xurxo Ayán participa em projecto no Valle de los Caídos | Notícias

Xurxo Ayán Participa Em Projecto No Valle De Los Caídos | Notícias

Publicado em: Xurxo Ayán participa em projecto no Valle de los Caídos | Notícias

Iniciaram-se ontem, 27 de Abril, as escavações do projecto Arqueologia do Valle de los Caídos, nas quais participa Xurxo Ayán. O arqueólogo do IHC está particularmente interessado em estudar o papel de Portugal nas obras de construção daquele monumento, no âmbito do seu projecto de investigação acerca da arqueologia do Estado Novo.

A equipa, liderada por Alfredo González-Ruibal (Instituto de Ciencias del Patrimonio — CSIC) e financiada pelo governo espanhol, vai procurar conhecer melhor as condições de vida dos operários — tanto os presos sujeitos a trabalho forçado como os trabalhadores livres — que viveram junto ao Valle de los Caídos durante a sua construção.

Na verdade, esta é a segunda fase do projecto, que se iniciou em Março com a recolha de documentação acerca dos trabalhadores e dos espaços por eles ocupados, nomeadamente no Arquivo Geral do Palácio Real de Madrid e no Arquivo Geral da Administração de Alcalá de Henares. Agora, vão ser feitos levantamentos extensivos, intensivos e escavações arqueológicas de várias estruturas relacionadas com a repressão, o controlo e o trabalho — como barracas, casas, quartéis e outros elementos que possam ser localizados entretanto. A terceira fase compreenderá a análise de todos os dados recolhidos.

Numa crónica publicada no jornal espanhol Público, González-Ruibal explica que o objectivo último do projecto é “transformar um espaço de memória franquista num espaço de memória democrática que ultrapasse o discurso da ditadura, que ainda domina a sua percepção pública, e que construa uma nova história que explique porque é que [o Valle de los Caídos] foi concebido e construído e porque é que é indispensável a sua transformação numa ferramenta pedagógica acerca da guerra e do franquismo em contexto democrático”. Acrescenta ainda que “escavar é uma forma de fazer memória.”

Imagem: Valle de los Caídos e paisagem envolvente (Crédito: Jorge Díaz Bes)

This Post Has 0 Comments

Comentar

Back To Top