skip to Main Content

O lugar dos ossos:  ciência, arte e os legados da violência colonial

Publicado em: O lugar dos ossos:  ciência, arte e os legados da violência colonial

Apresentação


Intervenções: Bruno Sena Martins, Zia Soares, Reddy Wilson Lima e Patrícia Ferraz de Matos

Resumo: Esta mesa-redonda decorre no âmbito do projeto “O riso dos necrófagos” que se desenvolve a partir dos acontecimentos da Guerra da Trindade / Massacre de Batepá decorridos em São Tomé e Príncipe em fevereiro de 1953. Com encenação de Zia Soares e coprodução Teatro GRIOT/Culturgest, este projeto conta com a parceria do CES através da Universidade Popular Empenho e Arte (UPEA-CES). 


Neste quadro, a mesa-redonda “O Lugar dos Ossos” visa pensar, por um lado, o papel histórico da da Universidade enquanto esteio e repositório das estruturas de violência colonial e discriminação racial. Por outro lado, pretende-se um olhar para os horizontes de possibilidade para uma descolonização do saber que, aliando arte e ciência, confronte hoje os imperativos de justiça histórica e dignidade das populações racializadas.


Organização: UPEA-CES, Teatro Griot e Programa de Doutoramento “Human Rights in Contemporary Societies”

Fonte: O lugar dos ossos:  ciência, arte e os legados da violência colonial
Feed: Centro de estudos Sociais – Eventos
Url: www.ces.uc.pt

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back To Top